Páginas

segunda-feira, 30 de julho de 2012

"Eu não lhe devo nada"

Sentei aqui e ouvindo essa música pela segunda vez na minha vida, vou escrever um texto sobre o que vier na minha cabeça ao ouvir esta música dos Smiths. Deu vontade. Não vou corrigir, apenas escreverei. 


Leiam o texto ouvindo a música:

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Tudo passa..

A vida passa;
O tempo passa;
Até a uva passa!

domingo, 15 de julho de 2012

Viver não é melhor que sonhar

 
O que mata é a saudade de si mesmo. Viver e viver.. até quando? Até morrer? E se não temos certeza do que somos, do que fomos e o que seremos... Morremos?

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Sobre o filme "V de Vingança" & Greve Geral no Brasil


Acabei de assistir à esse filme hoje. É, eu sei, era pra eu ter assistido a muuuito tempo atrás. -.-

Ele consegue unir os gêneros românce, policial, e até ação de uma forma que quem só vê filme para entreter-se com as cenas, não vai achar chato e, ao mesmo tempo, para gente que nem a gente, que gosta de conteúdo, gosta de observar o mundo sob uma outra perspectiva, vai amar mais ainda.

O filme é lindo e tem várias frases lindas, sendo que uma das melhores é:

"O povo não deve temer seu Estado. O Estado deve temer seu povo."

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Mudanças e Julgamentos

Recentemente descobri que você só percebe que começa a amar/iluminar-se/amadurecer/etc quando para de julgar o julgamento dos outros.

A gente cresce e ouve das pessoas para que não julguemos o outro para não sermos julgados. E porque ser julgado é tão ruim? Porque achamos que aquele julgamento pode nos transformar ou afetar o nosso Eu. Mas quando você é dono de si, não existe mais motivo para ficar se metendo na vida dos outros, julgando os outros etc. Contudo, não basta apenas não julgar o outro, você precisa saber lidar com o julgamento que fazem de ti. Desprenda-se de todos os julgamentos que fazem de você, inclusive vindos de você mesmo. Coisas do tipo: